PEB2: CONCURSO DE DOCENTE EM SP TEM 26 CANDIDATOS POR VAGA


pro­fes­sor

A prova será rea­li­zada no dia 28 de março; há exi­gên­cia de nível supe­rior de esco­la­ri­dade para par­ti­ci­par da sele­ção.
A secre­ta­ria de Edu­ca­ção do Estado de São Paulo divul­gou, nesta sexta-feira (19), que 261.382 can­di­da­tos estão ins­cri­tos para o con­curso de 10 mil vagas de professores.

A prova para PEB 2 (pro­fes­so­res dos ensi­nos fun­da­men­tal e médio) e docen­tes para edu­ca­ção espe­cial será rea­li­zada no dia 28 de março. Há exi­gên­cia de nível supe­rior de esco­la­ri­dade para par­ti­ci­par da sele­ção. Segundo a secre­ta­ria de Edu­ca­ção, os salá­rios variam entre R$ 549 (para carga horá­ria de 12 horas sema­nais) e R$ 1.834,85 (para 40 horas semanais).

A par­tir do dia 22 de feve­reiro, os can­di­da­tos pode­rão con­fe­rir no site da Fun­da­ção Car­los Cha­gas, res­pon­sá­vel pelo exame, se a ins­cri­ção foi efe­ti­vada. Caso con­trá­rio, deverá entrar em con­tato com o Ser­viço de Aten­di­mento ao Can­di­dato — SAC da Fun­da­ção Car­los Cha­gas pelo tele­fone (11) 3723–4388.

As vagas dis­po­ní­veis são para docen­tes nas dis­ci­pli­nas de arte, bio­lo­gia, ciên­cias físi­cas e bio­ló­gi­cas, edu­ca­ção física, filo­so­fia, física, geo­gra­fia, his­tó­ria, inglês, lín­gua por­tu­guesa, mate­má­tica, quí­mica, soci­o­lo­gia e edu­ca­ção espe­cial — defi­ci­ên­cias audi­tiva, física, men­tal e visual. O can­di­dato ainda deverá com­pro­var con­clu­são de curso supe­rior — licen­ci­a­tura de gra­du­a­ção plena, com habi­li­ta­ção espe­cí­fica na área pre­ten­dida, ou for­ma­ção supe­rior na área cor­res­pon­dente e com­ple­men­ta­ção nos ter­mos da legislação.

Habi­li­da­des e com­pe­tên­cias exigidas

A bibli­o­gra­fia básica para o con­curso e a indi­ca­ção dos per­fis de habi­li­dade e com­pe­tên­cias reque­ri­dos para o cargo foram publi­ca­das no Diá­rio Ofi­cial do Estado do dia 28 de janeiro de 2010 e estão dis­po­ní­veis no site da [url=http://www.crmariocovas.sp.gov.br/ccs_l.php?t=BibliografiaP10]Secretaria da Educação[/url].

A publi­ca­ção deter­mina per­fil, docu­men­tos exi­gi­dos e bibli­o­gra­fia geral e espe­cí­fi­cos para cada uma das dis­ci­pli­nas: lín­gua por­tu­guesa, arte, edu­ca­ção física, inglês, mate­má­tica, ciên­cias, física, quí­mica, bio­lo­gia, his­tó­ria, geo­gra­fia, filo­so­fia e soci­o­lo­gia. Aos docen­tes da edu­ca­ção básica II são soli­ci­ta­dos conhe­ci­men­tos como cul­tura geral e pro­fis­si­o­nal; dimen­sões cul­tu­rais, soci­ais, polí­ti­cas e econô­mi­cas da edu­ca­ção; conhe­ci­mento peda­gó­gico; conhe­ci­mento sobre cri­an­ças, jovens e adul­tos, entre outros, além daque­les espe­ci­fi­ca­mente refe­ri­dos à sua habi­li­ta­ção. Para Edu­ca­ção Espe­cial, espera-se que o pro­fes­sor conheça as par­ti­cu­la­ri­da­des de cada tipo de defi­ci­ên­cia, para que possa dar aten­di­mento per­so­na­li­zado aos alunos.

O con­teúdo, padro­ni­zado pelo órgão, é o mesmo a ser uti­li­zado nos três tipos de exa­mes: pro­cesso sele­tivo de pro­fes­so­res tem­po­rá­rios, Sis­tema de Pro­mo­ção (Pro­grama Valo­ri­za­ção Pelo Mérito) e con­cur­sos públi­cos para pro­vi­mento de car­gos. A bibli­o­gra­fia padro­ni­zada poderá sofrer alte­ra­ção caso algum dos exem­pla­res lis­ta­dos seja esgo­tado. Nesse caso, a secre­ta­ria poderá ado­tar novos títu­los que con­te­nham o mesmo conteúdo.

*Com infor­ma­ções da Secre­ta­ria de Edu­ca­ção do Estado de São Paulo. 

Related Posts with Thumbnails

, ,

%d blogueiros gostam disto:
<